Antagonistas

Antagonistas

Há diversas forças no universo que maquinam para a obtenção de poder, destruição da humanidade ou simplesmente pela intriga.

Antinomistas

Há poucos males absolutos no universo e um deles é a Antinomia. Antinomia é o conhecimento do oculto em lidar com demonologia, necromancia e criaturas da escuridão.
Humanos e/ou alienígenas imundos e caídos que veneram as entidades sombrias do Qlippoth (nome usado pela Igreja ao conceito de Inferno, uma das palavras usadas antigamente) e da Escuridão entre as Estrelas. Sempre buscando maneiras de macular ou aprisionar as almas dos homens e maneiras para destruir os mundos e a humanidade como conhecemos hoje. Na verdade, as ideologias e objetivos desses cultos são diversos como são estes deuses sombrios.
O Sagrado Profeta Zebulon foi avisado sobre este lugar quando ele viu pela primeira vez a Chama Sagrada e foi dito que estas criaturas que habitam estes reinos umbrais buscam constantemente escapar e trazer morte em seu rastro.
Theurgy Negro, convocação de demônios, drenar a vida, rituais de sacrifício e oferendas ao Grande Vazio são todas partes para este caminho deveras blasfeme. A maioria da inspiração para a Antinomia vêm de um texto nos Omega Gospels, especificamente o Chroniculae III, 6:12-18, que faz referência ao infame guia que é o Draco Codex.
Os misteriosos rituais da Antinomia foram banidos, pois são considerados altamente subversivos e perigosos para até os não religiosos, e as forças politicas remanescentes das ordens religiosas reforçam esta convicção.

Antinomist
Ritual de Antinomia com sua vítima.

Simbiontes

Pouco se sabe dos Simbiontes exceto que geram poderosos guerreiros, usam tecnologia orgânica, se adaptam rapidamente e são altamente suscetíveis a poderes psíquicos e theurgicos. Sabe-se que alguns Simbiontes são metamorfos e que eles infiltraram os Mundos Conhecidos para espalhar sua mácula. Eles são conhecidos por sua habilidade de transformar seus inimigos em Simbiontes por implantando esporos ou sementes de algum tipo e não há cura para a Simbiose até o momento.
Ninguém sabe qual é a agenda deles, nem o que eles querem. Só se sabe que eles são oponentes formidáveis e assustadores.

A melhor descrição que vi de um Simbionte é a mistura entre criatura de O Enigma de Outro Mundo (The Thing, 1982 – se você nunca assistiu, eu recomendo) com os Zerg do jogo Starcraft.

Symbiots
“Estou terrivelmente gripado senhor, não repare nas minhas condições…”

Vau

Esta raça alienígena tecnologicamente superior se mostrou uma ameaça menor – desde que os humanos fiquem do seu lado da fronteira. As poucas vezes que um embaixador Vau dialogou com humanos, problemas surgiram, apesar de haver poucas formas de traçar de volta aos Vau. Se os Vau fossem se expandir para o Espaço Humano, ninguém sabe se eles poderiam ser detidos, pois sua tecnologia é impressionante. Humanos roubaram seu conhecimento sobre escudos de energia e blasters dos primeiros encontros com os Vau. Existem teorias de que os Vau sabem mais sobre estes assuntos que revelado por eles.
Suas relações com a humanidade há muito tem sido frias e distantes, mas recentemente tem ocorrido mais e mais indícios de Mandarins Vau viajando pelos Mundos Conhecidos, apesar de que ninguém sabe se estas visitas são oficiais ou meramente pessoais.

Kraken 

Existem coisas no espaço. Coisas que podem viver no vacuo do espaço, onde não deveria haver vida. Nunca vistos por inteiro e não possuindo prova direta da existencia, estas coisas deixaram suas marcas nos cascos de naves avariadas ou apareceram quando há homens escapando pelo casco da nave formando um cemitério de mortos não enterrados. Montros vêem do vácuo escuro do espaço e engolem naves inteiras e deixam muito pouco para contar.
Numa nova era de misticismo e superstição extrema, novas aparições tem ocorrido.

Void Kraken 2

Anúncios