Samarkand – Cap. 09

A Leviatã Vermelha têm permissão para aterrisar no espaço-porto de Samarkand, capital de Ishtakhr. Tom consegue pousar a nave sem grandes problemas. Todos ficam aliviados e mais calmos, uma vez que estão em solo seguro e não em espaço Decados.

Samarkand é conhecida como a joía dos Mundos Conhecidos. Nela se encontra o Gran-Bazar, a maior Ágora dos Mundos Conhecidos, onde tudo pode ser encontrado à venda. A bela cidade com traços marcantes dos antigos prédios da 2ª República até pequenas casas de alvenaria e madeira que tem pela região.

Ao abrirem a porta que se dá acesso ao espaço-porto, o dia está claro e quente. Tom pede para falar com seus passageiros, que estão ansiosos para escutar o que ele têm a dizer. “Bem, a Leviatã está muito danificada. Não posso levar vocês a Stigmata. Porém vocês devem achar alguém para leva-los para lá. Ou quem sabe uma nave, uma vez que vocês têm um piloto.” Alex protesta dizendo que mesmo que tenha um nave, não teria a chave para abrir o Portal. Tom então o concede com uma chave de Portal, um pequeno cilindro branco, e diz: “Ishtakhr-Stigmata e Stigmata-Ishtakhr.” Alex agradece.

Todos saem da nave curiosos para saber como será a estadia deles em Samarkand. Roland procura uma figura de autoridade. Ele acaba encontrando um guarda al-Malik e pergunta com certa ingenuidade se há alguma nave com destino a Stigamata. O guarda se espanta com uma pergunta dessas e acaba por achar que Roland é louco e tenta dissuadi-lo. Porém Roland insiste e consegue apenas a informação mais óbvia, que talvez haja alguém, mas não é certeza. Xan-Qi saí pelas ruas atrás de informação e Abgail sai a procura de fontes exclusivas.

Xan-Qi consegue uma informação sobre uma nave que está a venda e se encontra sem o Campo de Dissipação (o Campo de Dissipação é o que evita os efeitos Sathra). Abgail por sua vez, encontra seu Tio, o Barão Vítorio Maraz Garcia. O Barão lhe diz que está surpreso ao vê-la em Ishtakhr, uma vez que ela é uma diplomata. Ela explica rapidamente que está a “viagem de negócios”. Ele também avisa que seu irmão caçula, Antônio Garcia Monpean, está também em Ishtakhr, e se encontra preso nas mãos de Scravers. Ele também apresenta um mercenário Etyri, o Quiksilver.

Abgail volta conversando com Quiksilver e seu tio sobre as informações que ele tem sobre o irmão dela. Todos os Hazat ao chegarem aos 12 anos devem fazer sua prova de valentia para se tornar um Cavaleiro. Há contos que durante a Guerra do Imperador com garotos de apenas 12, 13 anos comandando legiões de soldados! Mas o irmão de Abgail não teve tanta sorte. Ele confundiu um acampamento de Musters, que tinham escravos e tentou liberta-los, mas na verdade ele se deparou com um acapamento de arqueologia de Scravers e acabou sendo preso por “danos e vandalismo”. O tio de Abgaile stá tentando negociar com os altos escalões, enquanto ela deverá conversar diretamente com o pessoal do campo. Há também uma recompensa, que pode ser escolhida por Abgail.

Retornando a nave onde todos se encontram, Abgail apresenta a todos Quiksilver e explica a situação que se encontra. Xan-Qi também retorna e diz a novidades que têm. Alguns deles conversam sobre os sonhos que tiveram enquanto estavam na nave (vide Sonhos durante a travessia). Todos acham uma boa ídeia ir atrás do irmão de Abgail. Afinal, podem pedir de recompensa uma nave.

Scraver Scraver´s Eye

Uma Scraver e o símbolo da guilda, O Olho de Ben Hadir, ou de Hórus.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s